Pesquisar

Scalabrinianas participam do programa Benção da Manhã, da TV Aparecida

Nesta terça-feira, 25, as Irmãs Scalabrinianas Dirce e Rosinei e o colaborador Wellington Barros participaram no programa Bênção da Manhã, da TV Aparecida, no qual falaram sobre migração e a missão das Scalabrinianas junto às pessoas em movimento.

“A gente está vivendo um momento bastante importante, semana passada tivemos a Semana do Migrante, o Dia Mundial do Refugiado também. Além dos termos nós temos pessoas, seres humanos, que buscam realizar os seus sonhos, e que partilham dos anseios que nós também partilhamos de uma vida melhor”, pontuou Wellington, ao esclarecer alguns conceitos relacionados à temática migratória.

As Irmãs destacaram a importância do trabalho junto aos migrantes nos centros de acolhimento e nos cursos profissionalizantes, que visam integrar essas pessoas na sociedade através do trabalho. Elas ressaltaram, ainda, a importância da colaboração humana na missão scalabriniana, em especial através do voluntariado nas diversas áreas de atuação.

Irmã Dirce, que trabalha no projeto Apelo a Solidariedade, de acolhimento a migrantes venezuelanos, da Casa Madre Assunta, em São Paulo, explicou a forma de acolhimento dos migrantes no projeto, que recebe os migrantes vindos de Roraima através do processo de interiorização e oferece acolhimento integral, além de auxiliar na integração na sociedade. “A Igreja, assim como nós, entramos para amenizar o sofrimento de tantas pessoas que estão lá, são famílias completas vivendo na rua”, pontuou.

“É um desafio muito grande, de poder trabalhar com os migrantes, mas, sobretudo, é uma graça que a Igreja confia à nossa Congregação e a tantos leigos que colaboram”, afirmou a Irmã Rosinei, que trabalha na Missão Scalabriniana Pari, em São Paulo, casa de acolhimento de imigrantes que acolhe 200 pessoas de diversas nacionalidades. “Hoje na nossa casa temos 15 nacionalidades, então é um desafio todos os dias de poder se comunicar e se entender. A linguagem espiritual fala muito nessas casas de acolhida”, destacou.

Durante a entrevista, foram falados, ainda, as principais nacionalidades atendidas pelas Irmãs nas diversas obras scalabrinianas, das quais foram destacados os imigrantes da Venezuela, Angola e Marrocos.

Confira a participação na íntegra.

Da Equipe de Comunicação

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
julho 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]