Pesquisar

14 de dezembro: 127 anos da Páscoa do Venerável José Marchetti

“Seja nossa alma uma harmonia viva com Deus, com os irmãos e conosco mesmos” Venerável José Marchetti

Hoje, 14 de dezembro, celebramos os 127 anos da Páscoa do Venerável José Marchetti, cofundador das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo – Scalabrinianas, nessa mesma data, em 1896.

José Marchetti, nasceu na Itália, em 03 de outubro de 1869. Foi ordenado sacerdote em 02 de abril de 1892 e atuou como Pároco em Compignano, Capelão em Balbano e Professor no Seminário de Lucca.

Ainda antes de ser ordenado sacerdote, participou de uma palestra promovida por São João Batista Scalabrini, bispo de Piacenza, que denunciava a exploração sofrida pelos emigrantes italianos. Foi acompanhando um grupo de paroquianos até o porto de Gênova, de onde partiriam para o Brasil, que ele presenciou o sofrimento dos emigrantes nas mãos dos agentes de migração, verdadeiros ‘mercadores de carne humana’.

Sensível ao apelo de Scalabrini, Padre Marchetti solicita seu ingresso na Congregação dos Missionários de São Carlos. Ele foi aceito imediatamente e sua primeira missão foi ser capelão de bordo do navio “Maranhão”. Ao retornar ao Brasil em uma segunda viagem, morre no navio uma jovem, deixando seu marido e uma criança de poucos meses. Para tranquilizar o marido desesperado, Pe. Marchetti promete cuidar da criança. Ali surge a ideia de fundar em São Paulo um orfanato para os filhos dos italianos.

Orfanato Cristóvão Colombo
Pe. José Marchetti recebe, do Conde José Vicente de Azevedo, a doação de um grande terreno no Alto do Ipiranga, dotado de uma pequena capela dedicada a São José e 50 mil tijolos, telhas, pedras e outros materiais de construção. Lá, ele construiu o Orfanato Cristóvão Colombo, que em 8 de dezembro de 1895 abriu as portas aos primeiros órfãos.

Enquanto o orfanato era construído, Pe. Marchetti voltou à Itália, com o objetivo de trazer Irmãs Missionárias para trabalhar junto aos órfãos. Lá, convenceu sua Irmã, Assunta, a mãe, Carolina, e reuniu outras duas jovens, Maria Franceschini e Ângela Larini, que em 25 de outubro de 1895 fizeram seus votos religiosos e, no dia seguinte, partiram rumo ao Brasil.

Antes mesmo de finalizar as obras do Orfanato do Ipiranga, Pe. José Marchetti já havia iniciado a construção de um novo orfanato, dedicado às meninas órfãs, na Vila Prudente. A nova construção, após finalizada, passou a ser a residência das Irmãs.

Em seu zelo intenso e incansável pelos imigrantes italianos nas fazendas de café, Padre Marchetti não poupava esforços para auxiliá-los. Sabendo que a cidade de Jaú estava sendo atingida por uma epidemia de tifo e febre amarela, ele enfrentou grandes sacrifícios para assistir aos migrantes e doentes. Lá, ouviu o choro de uma criança em uma casa e, com a ajuda de vizinhos, arrombou a porta, encontrando uma italiana sem vida, vitimada pelo tifo, abraçada ao filho, ainda vivo. Pe. José, então, tirou a criança dos braços da mãe e correu de volta ao Orfanato do Ipiranga, deixando o órfão aos cuidados das Irmãs.

Por sua grande dedicação aos doentes, Pe. José Marchetti contraiu o tifo e faleceu em 14 de dezembro de 1896 no Orfanato Cristóvão Colombo, em São Paulo, Brasil, cercado das poucas pessoas com autorização médica para se aproximarem.

Após um longo Processo Canônico, o Papa Francisco reconheceu as Virtudes Heroicas de Pe. José Marchetti, em 08 de julho de 2016.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]