Pesquisar

Celebração em homenagem a Madre Assunta é notícia em São Paulo

O jornal “O São Paulo” destacou em sua edição 3504, de 3 a 9 de julho de 2024, a celebração realizada em homenagem a Madre Assunta, no dia 30 de julho, na casa Madre Assunta, em São Paulo/SP. 

A notícia intitulada ‘Madre Assunta viveu a sintonia da fé unida à missão de amar e acolher o irmão sofredor’, pela jornalista Roseane Welter, aborda o tema da celebração, dando destaque às palavras do Cardeal Scherer, presidente da celebração. Dom Odilo destacou como o testemunho da Beata ‘revigora a força para a missão e para a caridade’

No texto, Roseane destaca da vida de Madre Assunta, sua vocação em favor das crianças e migrantes, a ação de Deus, a continuidade da missão e a beatificação. 

Para concluir, o tema da “fé apostólica” também foi abordado, uma vez a celebração da beata foi realizada no contexto da solenidade dos santos Pedro e Paulo.  Dom Odilo recordou a fé destes santos, colunas da Igreja, e fez menção à beata. “Pedro e Paulo, bem como Madre Assunta, viveram a fé e a caridade fiéis aos ensinamentos de Jesus Cristo”. Ainda salientou que Madre Assunta é um exemplo de fé. “Ela viveu a sintonia da fé unida à missão de amar e acolher o irmão sofredor”. 

Acompanhe a notícia completa no Jornal “O São Paulo”, acesse: osaopaulo.org.br

Pela Equipe de Comunicação

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
julho 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]