Pesquisar

Instituto Migrações e Direitos Humanos e Polícia Federal promovem ação de documentação para indígenas Warao no DF

A 5º ação de documentação dos indígenas venezuelanos da Comunidade Warao Coromoto, promovida pelo Instituto Migrações e Direitos Humanos – IMDH, entidade ligada à Fundação Scalabriniana, e a Polícia Federal, com apoio do Governo do Distrito Federal – GDF, aconteceu no último dia 8 de março. Na ocasião foram atendidas 22 pessoas, que realizaram o devido registro por terem sido reconhecidas pelo CONARE como refugiadas. No grupo estão 10 mulheres e 12 homens.

A ação buscou orientar e promover a assistência qualificada para fins de atualização da documentação na condição migratória do grupo que integra a Comunidade Warao Coromoto. Somando os atendidos nas 4 ações anteriores, efetuadas em 2022, já foram realizados 111 atendimentos nesta parceria IMDH e Polícia Federal, em favor de integrantes da Comunidade.

O IMDH preparou a documentação e organizou os diversos mutirões junto à Polícia Federal e contou com a colaboração da Secretaria de Desenvolvimento Social do GDF, colaborando, principalmente, com o transporte do grupo à sede da Polícia Federal.

Homenagem

A ação de documentação realizada no dia 8 de março, coincidiu com a celebração do Dia Internacional da Mulher. A data foi marcada com uma saudação especial e entrega de uma lembrança às 10 mulheres integrantes do grupo documentado nesta ocasião.

Ir. Rosita Milesi, diretoria do IMDH, ao mesmo tempo em que manifesta agradecimento pela parceria da Polícia Federal e apoio da SEDES/GDF, assim se expressa: “O IMDH tem se dedicado na atenção à situação migratória dos integrantes da Comunidade Warao Coromoto de modo a possibilitar que todos e todas, tanto adultos quanto crianças estejam com sua situação documental em situação regular, facilitando assim, o acesso de todos e todas aos direitos sociais e às politicas públicas vigentes, inclusive o acesso ao trabalho por parte dos adultos. Assim, entendemos que sua integração se torna mais viável, possibilitando avançar na busca de autonomia cidadã”.

A força-tarefa realizada em 2022

Em 2022, nos meses de maio e junho, a parceria entre IMDH e a Policia Federal consistiu numa força tarefa realizada em 4 datas:

  • Dia 10 de maio, foram atendidas 15 pessoas;
  • Dia 31 de maio, foram 26 pessoas;
  • Dia 11 de junho, foram 22 pessoas;
  • Dia 28 de junho, foram 21 pessoas.

Confira imagens da ação:

Do IMDH com a colaboração da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]