Pesquisar

“Não às armas, sim à paz”: Papa Francisco faz apelo por fim dos conflitos em Israel e na Palestina

Mais de 1,9 milhão de pessoas já foram deslocadas pelos conflitos na Faixa de Gaza

Após a Audiência Geral desta quarta-feira, 13, o Papa Francisco fez um novo apelo pelo fim dos conflitos em Israel e na Palestina. Desde o início dos conflitos, mais de 1,9 milhão de pessoas já foram deslocadas na Faixa de Gaza segundo a UNRWA, a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente.

O Papa Francisco ressaltou que continua a acompanhar “com grande preocupação” a situação em Israel e na Palestina. “Renovo o meu apelo a favor do imediato cessar-fogo humanitário; sofrem tanto lá”, disse ele, que encorajou as partes envolvidas a retomar as negociações e pediu que “se comprometam urgentemente a fazer chegar as ajudas humanitárias à população de Gaza”.

Francisco ainda pediu a libertação dos reféns, “que há alguns dias viram uma esperança na trégua. Que acabe este grande sofrimento para os israelitas e os palestinianos. Por favor: não às armas, sim à paz!”

De acordo com a UNRWA, desde o início dos conflitos, em 7 de outubro, pelo menos 1,9 milhão de pessoas, cerca de 85% da população da Faixa de Gaza, foram deslocadas. Segundo a Agência, muitas famílias são forçadas a se deslocar repetidamente buscando segurança.

Segundo o Ministério da Saúde de Gaza, entre 7 de outubro e 11 de dezembro, 18.205 palestinos haviam sido mortos em Gaza, dos quais cerca de 70% são mulheres e crianças. Além desses, mais de 49.645 pessoas teriam ficado feridas nos ataques.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]