Pesquisar

Navios humanitários desembarcam na Itália 332 migrantes resgatados no Mediterrâneo

Migrantes foram resgatados entre os dias 24 e 25 de janeiro perto da costa da Líbia

No domingo, 29, dois navios humanitários desembarcaram na Itália 332 migrantes resgatados no Mar Mediterrâneo. Os navios, das ONGs SOS Mediterrâneo e Médicos Sem Fronteiras (MSF), desembarcaram os sobreviventes nos portos de Marina di Carrara e La Spezia, respectivamente.

O navio Ocean Viking, da ONG SOS Mediterrâneo, desembarcou no porto de Marina di Carrara, na Itália 95 migrantes resgatados na costa da Líbia. Entre os sobreviventes estão 15 mulheres e 38 menores, sendo 33 deles desacompanhados.

Os migrantes foram resgatados de um bote de borracha em perigo na quarta-feira, 25, pelo navio Ocean Viking. Pouco antes da chegada do resgate, quatro pessoas morreram depois de serem derrubadas no mar por fortes ondas que atingiram a embarcação, segundo a SOS Mediterrâneo.

Ainda no domingo, o navio Geo Barents, dos Médicos Sem Fronteiras, desembarcou em La Spezia 237 migrantes resgatados na costa da Líbia entre os dias 24 e 25 de janeiro. Entre os sobreviventes resgatados pelo MSF estão 87 menores e 27 mulheres. De acordo com a organização, os migrantes foram resgatados em três operações e são originários de 22 nacionalidades.

De acordo com dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), mais de 4.600 migrantes já chegaram à Itália pelo Mediterrâneo em 2023. Estima-se que desde o início do ano pelo menos 33 pessoas tenham morrido na rota, considerada a mais mortal do mundo. Segundo o ACNUR, 105.131 migrantes chegaram à Itália pelo mar em 2022.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
maio 2024
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]