Pesquisar

Número de migrantes colombianos atravessando a selva de Darién aumentou 214% em um ano

Mais de 458 mil migrantes atravessaram o Darién em 2023

De acordo com um comunicado de segunda-feira, 4, da Defensoria Pública da Colômbia, o número de colombianos que cruzaram a Selva de Darién rumo aos Estados Unidos em 2023 foi 214% maior que o número registrado em 2022. Segundo o Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP, em inglês), no ano fiscal de 2023, encerrado em setembro, mais de 167 mil colombianos foram detidos tentando entrar no país.

De acordo com a Defensoria Pública, os números subiram de 5.064 colombianos atravessando o Darién em 2022 para 15.897 em 2023, “apesar das advertências de diversas instituições do Estado e dos riscos a que estão sujeitos aqueles que atravessam a selva entre a Colômbia e o Panamá.”

“Apesar do aumento de colombianos que atravessam a selva, também conhecida como Darién Gap, eles ocupam o quinto lugar entre pessoas de outras nacionalidades que migram irregularmente”. Dados do Serviço Nacional de Fronteiras (Senafront), mostram que, até outubro, 458.228 pessoas cruzaram a fronteira entre a Colômbia e o Panamá, entre eles menores e idosos.

Entre as nacionalidades mais registradas no Darién em 2023, o Senafront destaca os venezuelanos (294.598), equatorianos (51.129), haitianos (41.489) e chineses (18.501). Entre as demais origens registradas estão Brasil, Afeganistão, Índia, Camarões, entre diversos outros países da América do Sul, Ásia, África e Oriente Médio.

Segundo o CBP, no ano fiscal de 2023, encerrado em setembro, um total de 167.388 colombianos foram registrados tentando cruzar a fronteira do México com os EUA. Em outubro, primeiro mês do ano fiscal de 2024, 14.297 nacionais da Colômbia foram registrados na fronteira.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]