Pesquisar

“O Hospital Santa Ana é um modelo positivo em Saúde Complementar”, ressalta secretário Municipal da Saúde Fernando Ritter

A Diretoria de Saúde Complementar e a Direção do Hospital Santa Ana, mantido pela AESC em Porto Alegre, receberam, no dia 22 de junho, o novo secretário Municipal da Saúde (SMS) da Capital, Fernando Ritter, em sua primeira visita à unidade desde que foi empossado, no mês de maio. Na passagem pelo local, conheceu todos os serviços e setores ao lado de sua equipe e elogiou a assistência e a estrutura.

Ritter, que viu o projeto embrionário do Hospital em sua primeira passagem pela SMS, no ano de 2016, se mostrou positivamente surpreso em sua passagem pelo local. “É muito gratificante ver a evolução desse espaço importante para desafogar o sistema [de Saúde], com leitos de longa permanência. O Hospital Santa Ana é um modelo positivo em Saúde Complementar. Tem capacitação, espaço de treinamento para os profissionais, preparando-os, também, para outros serviços. É um hospital-escola para os profissionais se qualificarem e poderem atuar na rede do município”, destacou.

O diretor executivo de Saúde Complementar da AESC, Maximiliano das Chagas Marques, e a Diretora do Hospital Santa Ana, Arlete Fante, ao lado de sua equipe de gestão, conduziram Ritter e demais lideranças e representantes da Saúde de Porto Alegre pelos principais serviços e unidades.

O grupo esteve no Centro Especializado em Reabilitação Auditiva e Intelectual (CER II), nas áreas dedicadas à Saúde Mental para os públicos masculino e feminino, na unidade de Cuidados Giro Rápido, nos leitos de longa permanência e nos espaços Fisioterapia e Reabilitação, bem como nas salas de Educação Permanente e Simulação Realística.

Além do secretário Ritter, participaram da visita o secretário-adjunto, César Sulzbach, a diretora de Vigilância em Saúde, Fernanda Fernandes, o coordenador Municipal de Urgências da SMS, Paulo Ricardo Bobek, o diretor de Atenção Ambulatorial Hospitalar e de Urgências da SMS, Favio Telis, além da assessora da Imprensa Carolina Zeni.

Confira depoimentos do secretário sobre a visita:

“A ambiência é maravilhosa, a parte de saúde mental, tanto masculina quanto feminina, bem adequadas e com todos os cuidados e a humanização, com a satisfação dos usuários bastante grande.”

“O CER II é fantástico, com trabalho de reabilitação intelectual e reabilitação auditiva, com o número de pacientes já atendidos desde 2019, e é um modelo a ser replicado. Estamos agora no processo de renovação desse contrato ao longo de 2023 para que, por mais cinco anos possamos manter essa parceria saudável e gratificante para o SUS em Porto Alegre.”

“Eu vejo o Hospital Santa Ana como um espaço de resolutividade. Hoje, temos pacientes de longa permanência sem precisar ocupar um leito de alta complexidade, como era antes de sua existência. Oferece atendimento adequado. É fantástico.”

Para as próximas semanas, está prevista uma visita de Fernando Ritter aos quatro CAPS AD sob gestão da AESC, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre.

Por Eduardo Borba / Marketing e Comunicação AESC

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
junho 2024
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]