Pesquisar

Pelo segundo mês consecutivo, quase 190 mil migrantes foram registrados na fronteira entre EUA e México

Quase 194 mil migrantes foram registrados na fronteira entre EUA e México em março de 2023

Dados divulgados pelo Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP, na sigla em inglês) dos Estados Unidos na sexta-feira, 12, apontam que, pelo segundo mês consecutivo, quase 190 mil migrantes foram registrados na fronteira sul do país no mês de março. Mais de 2,4 milhões de encontros com migrantes foram registrados na fronteira entre EUA e México em 2023.

No total, 246.432 migrantes foram registrados em todas as fronteiras dos EUA no mês de março, sendo 189.372 apenas na fronteira sul, com o México. De acordo com comunicado do CBP, dos mais de 189 mil registros na fronteira sul, 137.480 foram de encontros entre portos oficiais de entrada ao longo da fronteira.

“Em março, os encontros entre portos de entrada ao longo da fronteira sudoeste foram 45% inferiores aos de dezembro de 2023 e 16% inferiores aos de março de 2023”, informou o CBP em comunicado. Em março do ano passado, 193.249 migrantes foram registrados na fronteira com o México, enquanto 269.735 foram registrados em dezembro.

O número registrado na fronteira sul em março foi de apenas 542 encontros a menos em comparação ao mês de fevereiro, quando 189.914 migrantes foram registrados na fronteira dos Estados Unidos com o México. Ao mesmo tempo, o total registrado em todas as fronteiras dos EUA foi de 9.606 pessoas a menos que em fevereiro, quando 256.038 foram registrados nas fronteiras estadunidenses.

Segundo comunicado do CBP, entre 12 de maio de 2023 e 3 de abril de 2024, o Departamento de Segurança Interna (DHS, em inglês) removeu ou devolveu mais de 660 mil pessoas, tendo a maioria cruzado a fronteira sul dos EUA. Desse total, mais de 102 mil eram membros de grupos familiares.

Segundo dados do projeto Missing Migrants, da Organização Internacional para as Migrações (OIM), pelo menos 78 migrantes morreram ou desapareceram na travessia da fronteira entre EUA e México. No total, desde 2014, pelo menos 5.291 migrantes morreram ou desapareceram na travessia, sendo 636 apenas em 2023.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
julho 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]