Pesquisar

Presidente mexicano chama de “retrocesso” construção de novo muro na fronteira entre EUA e México

Novo muro na fronteira entre EUA e México terá cerca de 19 quilômetros de extensão

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, classificou durante conferência de imprensa na quinta-feira, 5, como um “retrocesso” o anúncio de quarta-feira, 4, de que os Estados Unidos haviam renunciado a 26 leis federais para permitir a construção de uma extensão do muro da fronteira entre os dois países.

“Esta autorização para a construção do muro é um retrocesso porque não resolve o problema”, afirmou López Obrador, que complementou dizendo que falaria sobre a questão, contrária ao que o presidente dos EUA, Joe Biden, vinha sustentando. “Até agora é o único presidente que não construiu um muro”, disse.

Ainda na quinta-feira, o Secretário de Segurança Interna dos EUA, Alejandro Mayorkas, divulgou uma declaração, na qual afirma que não foi possível evitar a construção do muro, uma vez que os fundos foram destinados a essa construção em 2019, na gestão de Donald Trump. “Pedimos repetidamente ao Congresso que rescindisse esse dinheiro, mas ele não o fez e somos obrigados a cumprir a lei”, disse.

“Desde o primeiro dia, esta Administração deixou claro que um muro fronteiriço não é a resposta. Essa continua a ser a nossa posição e a nossa posição nunca vacilou”, afirmou Mayorkas, que ressaltou que a Administração Biden-Harris acredita que “a segurança fronteiriça eficaz requer uma abordagem mais inteligente e abrangente, incluindo tecnologia de vigilância fronteiriça de última geração e portos de entrada modernizados.”

Na quarta-feira, 4, foi anunciada a construção de um muro fronteiriço no condado de Starr, no Texas, que aumentará em 19 quilômetros o atual muro da região, que tem 32 quilômetros de extensão.

De acordo com o Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP), no mês de agosto foram registrados 232.972 encontros na fronteira sul do país, dos quais 181.059 são de pessoas que tentaram entrar de forma irregular no país. A maioria dos migrantes que tentaram atravessar a fronteira sul em agosto é do México (55.502), Guatemala (37.937), Honduras (35.173) e Venezuela (31.463).

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
junho 2024
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]