Pesquisar

Scalabriniana participa do encontro com representantes do Ministério de Emergências do Governo Federal na reconstrução do Rio Grande do Sul

Na última sexta-feira, 04 de junho, a Ir. Claudete Lodi Rissini participou de uma reunião juntamente com o Fórum Permanente de Mobilidade Humana do Rio Grande do Sul e o Comitê de Atenção a Migrantes, Refugiados, Apátridas e Vítimas de Tráfico de Pessoas do Estado do Rio Grande do Sul (COMIRAT/RS). Ir. Claudete representou a Congregação das Irmãs Missionarias Scalabrinianas na uma reunião com o Sr. Master Freitas da Silva, Diretor de Movimentos Sociais na Secretaria Extraordinária do Governo Federal no Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul. Entre outros encaminhamentos realizados durante a reunião, foi entregue um documento intitulado “Relatório sobre a realidade dos migrantes e refugiados afetados pelas recente enchentes no RS”. Também estiveram presentes muitos migrantes para contar suas histórias e preocupações. 

Ganhou destaque no encontro a preocupação dessas organizações pelo escasso apoio e assistência à população migrante e os riscos de muitos deles não serem incluídos nos programas que estão sendo implementados durante esses processos de reconstrução do Estado. 

Ir. Claudete, destaca abaixo alguns elementos do documento que foi entregue com o objetivo de promover a inclusão e os direitos dos migrantes e refugiados: 

– A inclusão das pessoas migrantes e refugiadas nos programas habitacionais como direito à moradia. Esse trata de mitigar as consequências da catástrofe climática, com o estabelecimento de cotas e diretriz orientadora clara aos municípios gestores, a fim de evitar a sonegação desse direito as pessoas em mobilidade. 

– A garantia de benefícios públicos que estão sendo implementados, para atender à população migrante atingida pela enchente, principalmente no “Auxílio Reconstrução”;

– Apoio econômico no processo de deslocamento, acolhimento e integração para famílias que decidem sair do RS com destino à Santa Catarina e Paraná;

– Disponibilizar e disseminar informação completa de programas assistenciais implementados por organizações municipais e estatais para a população migrante, bem como a efetivação de inscrição para a inclusão dessas pessoas no CADÚNICO (Cadastro único para programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família, o Auxilio Emergencial, o Tarifa Social de Energia Elétrica entre outros). 

– Promoção de um mutirão itinerante de monitoramento (nos territórios) para verificação de cadastros, complementação de dados e/ou até de correção, de modo a evitar que a população migrante não perca os prazos para recebimento desses auxílios por cadastros mal executados.

Concluiu-se a reunião com esperança, pois, muitos migrantes puderam partilhar suas experiencias e os representantes do governo puderam entender melhor a situação que cada um vive. O relatório dessa reunião será entregue para o Ministério Extraordinário de Reconstrução do Rio Grande do Sul que nos informará sobre as próximas etapas.

Equipe de Comunicação com colaboração da Ir. Claudete Lodi Rissini     

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
julho 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]