Pesquisar

IFRS e Centro de Atendimento ao Migrante se unem para viabilizar aulas de português como língua de acolhimento

Em reunião realizada na quinta-feira, 6, na reitoria do Instituto Federal do Rio Grande do Sul – IFRS, a Diretora do Centro de Atendimento ao Migrante (CAM), Irmã Celsa Zucco, o Captador de recursos, Lucas Battisti, e o advogado da instituição, Adriano Pistorelo, se reuniram para discutir ações conjuntas em prol da promoção da acolhida e integração de pessoas que atravessaram mares e fronteiras em busca de esperança.

Um dos temas abordados na reunião foi a união de forças para viabilizar aulas de português como língua de acolhimento, a fim de facilitar a comunicação e integração de imigrantes e refugiados na sociedade brasileira. Além disso, foi discutida a possibilidade de ampliação dos núcleos de aplicação de provas, visando atender um número maior de pessoas que buscam validar seus estudos ou qualificações profissionais.

Entre os encaminhamentos da reunião, destacam-se a parceria entre as instituições para elaboração de projetos institucionais que promovam a inclusão e acolhida de pessoas em situação de vulnerabilidade, reforçando o compromisso social do IFRS e seus parceiros na construção de uma sociedade mais justa e solidária.

Por Adriano Pistorelo, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]