Pesquisar

Três migrantes morrem em naufrágio na costa da Grécia

Desde 2014, pelo menos 2.257 migrantes morreram ou desapareceram na região

Três migrantes morreram e outros 20 estão desaparecidos na costa da Grécia após o barco em que viajavam naufragar na terça-feira, 7. Esse é o segundo naufrágio registrado na região em dois dias, depois do primeiro no domingo, 5, que matou 5 pessoas.

As três vítimas fatais, duas mulheres e um homem, viajavam em um grupo de 41 pessoas quando o barco de borracha em que estavam virou perto da ilha grega de Lesbos. Pelo menos 16 migrantes foram resgatados com vida e outros 20 continuam desaparecidos.

No domingo, 5, quatro crianças e uma mulher morreram depois que o barco de borracha em que viajavam naufragou perto de Leros, na Grécia. A embarcação levava cerca de 46 pessoas, das quais 41 foram resgatadas.

De acordo com dados do projeto “Missing Migrants” da Organização Internacional para as Migrações (OIM), pelo menos 2.257 migrantes morreram ou desapareceram enquanto tentavam cruzar o Mediterrâneo Oriental desde 2014. Somente em 2022, foram registradas 376 mortes ou desaparecimentos de migrantes na região.

Por Amanda Almeida, da Equipe de Comunicação Virtual

Compartilhe esta informação. É muito importante.

As pessoas também estão lendo:

AGENDA DE PUBLICAÇÕES
abril 2024
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Irmãs Scalabrinianas

Estão presentes em muitos países do mundo.
Para melhor exercer sua missão, a Congregação divide-se em províncias/regiões de missão.
 
Nestes espaços, as irmãs se dedicam à missão que aceitaram realizar, comprometendo-se com a vida, especialmente dos que mais sofrem, dos migrantes, dos refugiados.
 
São mulheres que escolheram seguir o chamado de Deus, confiando-lhes uma linda e importante missão na igreja.

Siga-nos

Mais recentes no site

Conheça o trabalho das Irmãs Scalabrinianas com migrantes e refugiados

[elfsight_whatsapp_chat id="5"]